Em abril de 2016, a Comissão Europeia lançou uma consulta pública solicitando às organizações da sociedade civil e a outros atores que partilhassem as suas visões sobre o conteúdo de uma Estratégia Europeia contra o Tráfico de Seres Humanos pós-2016 com o objetivo de apresentar essa estratégia no final desse ano.

Várias organizações, entre as quais se contam muitas das que são membros da Plataforma da Sociedade Civil Europeia Contra o Tráfico de Seres Humanos – como é o caso da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres – juntaram-se e apresentaram um contributo comum com propostas concretas para a nova estratégia, que esperamos vir ainda a ser tido em consideração.

Este é o nosso  contributo comum: Para uma Estratégia da UE pós-2016 para a erradicação do tráfico de seres humanos para fins de exploração sexual