Fundação das Mulheres do Euro-Mediterrâneo

fmm-logo-ajustado

A Fundação das Mulheres do Euro-Mediterrâneo (FFEM) é uma organização independente sem fins lucrativos criada em 2013. Estrutura-se como uma Rede de redes que federa o conjunto de atores e atoras da igualdade entre as mulheres e os homens do espaço euro-mediterrânico com vista a:

  • Fazer progredir a luta comum para a igualdade de direitos de participação das mulheres e dos homens na vida política, económica, civil e social;
  • Erradicar todas as formas de violência e de discriminação contra as mulheres e as meninas;
  • Favorecer a mudança de atitudes e de comportamentos para alcançar a igualdade entre mulheres e homens.

A Fundação foi criada com uma vontade clara de se alicerçar na União para o Mediterrâneo que reúne os 28 Estados Membros da EU e 15 países parceiros mediterrânicos trazendo à igualdade entre mulheres e homens uma abordagem multitemática e multi-atores, e representando tanto a sociedade civil, como as instituições públicas.

A Fundação federa, apoia e difunde o conjunto dos saberes, das competências e dos projetos sobre a igualdade.

É caracterizada pelos seus alicerces locais, e apoia-se na competência dos atores locais e do terreno.

Os membros fundadores da FFEM:

O Fórum das Mulheres do Mediterrâneo,

A Rede Universitária e Científica Euro-Mediterrânica sobre o Género e as Mulheres (RUSEMEG),

A Delegação interministerial junto do Mediterrâneo (Estado francês),

A Federação da Liga Democrática dos Direitos das Mulheres,

O Centro das mulheres árabes para a formação e a investigação,

O Instituto Europeu do Mediterrâneo (IEMED)

A Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres é membro da FFEM desde 2015.

Para alcançar os seus objetivos, a FFEM desenvolveu uma Plataforma Trilingue na Internet que visa ser um instrumento federador desta rede de redes; um espaço comum que representa a sociedade civil, o mundo académico e as instituições públicas que trabalham em prol da igualdade entre mulheres e homens, um espaço comum de partilha de práticas e saberes e ligados à igualdade.

Local de recenseamento do conhecimento e de intercâmbio de experiências. Verdadeiro portal de acesso ao conhecimento sobre as questões da igualdade mulheres- homens.

Simultaneamente documental (Centro de documentação, Laboratório das práticas partilhadas …), comunitária (Rede social da igualdade) e contributiva (os membros alimentam as bases de dados), a plataforma na Internet é uma caixa-de-ressonância e um local de partilha e de encontro dos atores e atoras da igualdade no Euro-Mediterrâneo. Graças à difusão dos saberes e à animação virtual da Rede das redes, a plataforma permite criar uma ligação entre todos os atores e atoras da zona euro-mediterrânica que trabalham em prol da igualdade entre as mulheres e os homens. Consulte o site trilingue (francês, inglês e árabe) da FFEM aqui.

1º RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO DAS MULHERES DO EURO-MEDITERRÂNEO

MONITORIZAÇÃO DAS CONFERÊNCIAS MINISTERIAIS

Em 2015 a Fundação publicou o estudo “As Mulheres no Mediterrâneo”, o primeiro relatório de monitorização das Conferências Ministeriais dos Estados da União para o Mediterrâneo.

Este relatório faz a monitorização qualitativa da situação das mulheres em 12 países da União para o Mediterrâneo: Argélia, Egito, Espanha, França, Grécia, Itália, Jordânia, Líbano, Marrocos, Portugal, Tunísia e Turquia. 5 do Norte, 7 do Sul e do  Sudeste. Relatórios mais qualitativos que estatísticos ou exaustivos.

Aborda 3 aspetos: a participação das mulheres na vida económica e social; a sua participação na vida política, e as violências contras as mulheres.

O relatório sobre Portugal foi elaborado pela Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, sendo as autoras a Alexandra Silva, a Ana Sofia Fernandes e a Catarina Correia. Consulte o relatório aqui.

Malcare WordPress Security