Sexismo é tema de formação de docentes

Sexismo: conhecer e ver para saber rejeitar foi o tema da ação de formação para docentes realizada pela CIG nos dias 12 e 13 de outubro. Esta ação incidiu sobre a Recomendação do Conselho da Europa (CoE), de 2019, “Prevenir e combater o sexismo”, que aprovou a primeira definição jurídica internacional de sexismo, sobre as causas deste fenómeno e as suas múltiplas manifestações.

A iniciativa visou apoiar as e os docentes que pretendam trabalhar sobre a prevenção e o combate ao sexismo, à luz da Recomendação do CoE e acompanhar as alunas e alunos que queiram participar no concurso nacional “Eu digo não ao sexismo!”, promovido pela CIG em parceria com a Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres (PpDM), com a colaboração a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) do Ministério de Educação.

A ação de formação, de curta duração, promovida e acreditada pelo Centro de Formação de Associação de Escolas Pêro de Alenquer, contou com um total de 63 formandas, responsáveis por bibliotecas escolares e professoras do 3º ciclo e do secundário, pertencentes, no seu conjunto, a 48 escolas, maioritariamente do ensino público (84%), distribuídas por 36 concelhos e abrangendo 13 distritos, incluindo Ponta Delgada e Funchal. Quanto às disciplinas, o grupo de docentes abrangidas por esta ação lecciona mais de dois terços das disciplinas do currículo do 3º ciclo e do secundário, com especial incidência para o Português e a Biologia e Geologia (cada uma delas com uma incidência de 17,5%), seguidas da História (11%) e de Inglês (10%), havendo ainda docentes de Geografia, Físico e Química, Artes Visuais, Francês, Espanhol, Economia e Contabilidade, Filosofia, Educação Tecnológica, Matemática, Informática e Educação Física.

Por proposta de duas formandas da equipa do Projeto Educação para a Sexualidade e os Afetos (ESA) da Região Autónoma da Madeira, a mesma formação foi replicada na semana seguinte, no dia 21 de outubro, para 17 docentes do 2º e 3º ciclos, do Projeto ESA, alargando-se a divulgação do concurso “Eu digo não ao sexismo!” a 14 escolas da Madeira.

O Concurso “Eu digo não ao sexismo!” integra-se no projeto europeu Mobiliza-te contra o sexismo II, financiado pelo CoE com o objetivo de divulgar a Recomendação de 2019 e a campanha “Sexismo. Repare nele. Fale dele. Acabe com ele”, lançada em 2020. Este projeto é promovido a nível nacional pela PpDM com a parceria da CIG, do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e do Alto Comissariado para as Migrações (ACM).

Deixe um comentário