Assistente de reforço organizacional

ESTÁGIO

CENTRO MARIA ALZIRA LEMOS | CASA DAS ASSOCIAÇÕES – assistente de REFORÇO ORGANIZACIONAL

Setembro 2016 – Janeiro 2017 (Lisboa)

A PpDM está a lançar uma posição para um estágio no período de setembro de 2016 a janeiro de 2017 (duração de cinco meses), para um posto de assistente de reforço organizacional. De acordo com o Plano de Atividades da PpDM para 2016, o Eixo 1 “Reforço Organizacional” visa três objetivos: o reforço da PpDM e das suas organizações membros; a articulação entre a PpDM e as suas organizações membros; mobilização da PpDM e das suas organizações membros. Neste contexto, a/o estagiária/o irá contribuir para a implementação das atividades planeadas em 2016, designadamente relacionadas com atividades de envolvimento, sinergias e reforço das organizações membros da PpDM.

Este estágio tem uma bolsa remunerada com a totalidade de 750 horas a ter lugar no Centro Maria Alzira Lemos | Casa das Associações, localizado no Parque Infantil do Alvito, em Monsanto, Lisboa. A Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres oferece este estágio no quadro de um apoio do Mediterranean Women’s Fund com uma compensação financeira total de € 4.000.

É expectável que o estágio tenha início em 12 de setembro de 2016.

A Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres é uma organização empregadora que fomenta a igualdade de oportunidades e está empenhada em promover a igualdade de oportunidades para todas as pessoas independentemente do sexo, orientação sexual, crença ou religião, raça ou etnia, idade ou deficiência.

DESCRIÇÃO DO ESTÁGIO

Atividades:

  • Desenvolvimento de um plano de articulação e mobilização das organizações membro que as ajude a suprir as dificuldades;

  • Dinamização das atividades do GAT – Gabinete de apoio técnico, com especialidade na área de candidaturas e gestão de projetos, quer para as associações de mulheres com sede neste espaço, quer para outras organizações de mulheres que necessitem deste tipo de suporte;

  • Contribuir para o desenvolvimento com sucesso do Centro de Recursos Maria Alzira Lemos online. O centro de recursos e conhecimento digital Maria Alzira Lemos é um ponto focal de acesso e de partilha de conhecimento, de estabelecimento de relações de proximidade e de parcerias, fórum de debates e ferramenta de formação a distância (nas modalidades de e-learning e b-learning) em temáticas centrais aos direitos humanos das mulheres e promoção da igualdade entre mulheres e homens;

  • Contribuir para o sucesso dos eventos planeados durante o período coberto pelo estágio: reunião Lobby Europeu das Mulheres – Grupo de trabalho da Europa Meridional; Conferência Internacional «Mulheres Refugiadas: em trânsito entre discriminações múltiplas»; CEDAW – Seminário; Assembleia-Geral da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres.

  • Secretariado administrativo comum do Centro Maria Alzira Lemos | Casa das Associações com apoio a todas as organizações membro que dele necessitam;

Comunicação:

  • Apoio na gestão dos membros e comunicação entre a Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres e organizações membros;

  • Apoio na produção, desenvolvimento e upload de conteúdos para as redes sociais;

  • Apoio na produção de reportes, em particular sumários e atas de reuniões;

  • Manutenção e desenvolvimento da lista de contactos da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres;

  • Apoio na identificação/formulação de conteúdos para o site da PpDM particularmente relativos às atividades das organizações membros.

PERFIL DA/O ESTAGIÁRIA/O

Essencial:

  • Domínio da língua portuguesa (escrita e falada);

  • Excelentes competências interpessoais, capaz de construir relações fortes entre as organizações membros, a equipa e os contactos externos;

  • Boas competências organizacionais, atenta/o a detalhes, e com capacidade de iniciativa;

  • Compromisso pessoal com a defesa dos direitos humanos das mulheres e com a promoção da igualdade entre mulheres e homens;

  • Capacidade de trabalho em equipa e com peritas num ambiente multietário e intercultural, por vezes também internacional:

  • Formação académica relevante (por exemplo sociologia, assistente social, comunicação, gestão de organizações, secretariado etc.).

Desejáveis (experiências/conhecimentos úteis):

  • Bons conhecimentos de inglês e / ou francês;

  • Familiaridade com o trabalho das organizações de direitos humanos das mulheres e promoção da igualdade entre mulheres e homens;

  • Deter o Certificado de Aptidão Pedagógica.

A Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres oferece:

  • Uma experiência de trabalho na única plataforma de organizações em Portugal na área dos Direitos Humanos das Mulheres e promoção da igualdade entre mulheres e homens;

  • Oportunidade de desenvolver conhecimento do trabalho das organizações não-governamentais na área dos Direitos Humanos das Mulheres e promoção da igualdade entre mulheres e homens;

  • Oportunidade de ajudar a organizar e participar em eventos de nível internacional desenhados para ativistas, peritas e pessoas na tomada de decisão política;

  • Um ambiente de trabalho dinâmico com um secretariado de duas pessoas permanentes e sete voluntárias.

Por favor enviar a candidatura composta por carta de motivação conjuntamente com um CV atualizado (em português) até 2 de setembro para rh@plataformamulheres.org.pt com a referência “CENTRO MARIA ALZIRA LEMOS | CASA DAS ASSOCIAÇÕES – assistente de REFORÇO ORGANIZACIONAL ”. (Por favor note que apenas candidatas/os pré-selecionadas/os serão contatadas/os para uma entrevista a ter lugar entre 8 e 10 de setembro)

Toda a informação aqui.

INFORMAÇÃO GERAL

A Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres (PpDM) é uma associação de carácter social, cultural e humanista, sem fins lucrativos e independente sob o ponto de vista partidário, administrativo e confessional, que tem como membros organizações não-governamentais de direitos humanos das mulheres e de promoção da igualdade entre mulheres e homens. Foi criada em novembro de 2004 com o objetivo de construir sinergias para a reflexão e ação coletiva, tendo em vista a promoção da igualdade entre as mulheres e os homens e a defesa dos direitos das mulheres, com recurso aos mais variados meios, entre os quais pesquisa, lobbying, divulgação, comunicação, sensibilização e formação. A PpDM pretende, também, contribuir para a implementação do mainstreaming da igualdade de género em todas as dimensões da vida social. A PpDM é composta, atualmente, por 21 organizações que representam as mulheres na sua diversidade.

A PpDM trabalha no sentido da capacitação, articulação e mobilização das ONGDMs portuguesas e para o reforço da cooperação destas com ONGs Europeias, da região EuroMed e Internacionais que trabalham nesta área, de forma a potenciar a sua atuação na sociedade enquanto atores do processo de implementação da igualdade de género.

A Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres representa Portugal no Lobby Europeu das Mulheres (LEM) e na Associação das Mulheres da Europa Meridional (AFEM) e é membro da Fundação das Mulheres do Euro-Mediterrâneo (FFEM). A Plataforma é membro da Plataforma da Sociedade Civil Europeia contra o Tráfico de Seres Humanos e tem Estatuto Consultivo Especial junto do ECOSOC das Nações Unidas.

Centro Maria Alzira Lemos – Casa das Associações

A PpDM gere o “Centro Maria Alzira Lemos | Casa das Associações”. Este é um espaço que visa fortalecer as ONG que intervêm na área dos direitos humanos das mulheres e igualdade de género, facilitando a sua sustentabilidade, o desenvolvimento de atividades, a construção de sinergias entre elas, bem como a cooperação com a sociedade civil organizada a nível europeu e internacional, no sentido da promoção dos direitos humanos das mulheres, da igualdade de género e da paridade.

O espaço acolhe organizações de mulheres que, embora ativas há já vários anos, se encontram, nesta altura, sem sede e com grandes níveis de fragilidade pela falta de recursos económicos, bem como organizações que estão a começar.

O Centro disponibiliza:

  • Gabinete de Apoio Técnico (GAT) – com especialidade na área de candidaturas e gestão de projetos, quer para as associações de mulheres com sede neste espaço, quer para outras organizações de mulheres que necessitem deste tipo de suporte;

  • Secretariado comum;

  • Centro de Recursos e Conhecimento Digital – Maria Alzira Lemos;

  • Espaço de Formação/Sensibilização.

A partir da “Casa das Associações” são dinamizadas diversas iniciativas como debates, seminários, tertúlias e ações de formação. Também neste espaço funciona a coordenação nacional do LEM – Lobby Europeu de Mulheres e da AFEM – Associação de Mulheres da Europa Meridional.

O Centro Maria Alzira Lemos | Casa das Associações recebeu em 2016 o Prémio Madalena Barbosa atribuído pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género e a Câmara Municipal de Lisboa.

A PpDM enquanto entidade promotora deste projeto – Centro Maria Alzira Lemos | Casa das Associações tem, também, um papel acrescido na área dos Direitos Humanos das Mulheres e da promoção da Igualdade de Género, dado que lhe foi reconhecido estatuto consultivo especial no Conselho Económico e Social (ECOSOC) das Nações Unidas.

 

3 comentários em “Assistente de reforço organizacional”

    • Viva Manuel Dias Carvalho,

      Agradecemos o interesse. Por favor envie a candidatura composta por carta de motivação conjuntamente com um CV atualizado (em português) até 2 de setembro para rh@plataformamulheres.org.pt com a referência “CENTRO MARIA ALZIRA LEMOS | CASA DAS ASSOCIAÇÕES – assistente de REFORÇO ORGANIZACIONAL ”. (Por favor note que apenas candidatas/os pré-selecionadas/os serão contatadas/os para uma entrevista a ter lugar entre 8 e 10 de setembro).

      Saudações feministas

Deixe um comentário