Inauguração do Espaço AMUCIP, nova sede da Associação para o Desenvolvimento das Mulheres Ciganas em Portugal

Inauguração Espaço AMUCIP, 8 de Março de 2013, 11:00 horas, Largo Machado dos Santos Nº 8, Amora, Seixal.
Inauguração Espaço AMUCIP, 8 de Março de 2013, 11:00 horas, Largo Machado dos Santos Nº 8, Amora, Seixal.

No próximo dia 8 de Março, às 11:00 horas, a AMUCIP – Associação para o Desenvolvimento das Mulheres Ciganas em Portugal – vai inaugurar a sua nova sede no Largo Machado dos Santos nº 8, na Amora, Seixal. A inauguração do novo “Espaço AMUCIP” estará inserida nas comemorações do Dia Internacional da Mulher levadas a cabo pelo Município do Seixal, em conjunto com a AMUCIP.

A AMUCIP é uma organização de âmbito nacional fundada no ano 2000. Ao longo deste anos, tem desenvolvido atividades de mediação sociocultural entre portugueses ciganos e não-ciganos, uma intervenção dirigida, sobretudo, às mulheres e crianças das comunidades ciganas em Portugal. Desde 2006, a associação encontra-se sedeada no Seixal, onde tem vindo a desenvolver um trabalho de integração e mediação em diferentes contextos: apoio a crianças com dificuldades de aprendizagem, mediação junto dos serviços públicos de saúde, promoção de oportunidades de acesso à educação, formação profissional e ao emprego, combate à driscriminação, diseminação de informação sobre a participação das mulheres em diferentes domínios e apoio a iniciativas culturais, entre outras atividades.

A AMUCIP convida todas as entidades, organizações, amig@s e parceiros para estarem presentes neste momento tão importante para a associação e para a comunidade cigana em Portugal.

Parabéns à AMUCIP, organização membro da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, por essa nova conquista, um novo espaço no Seixal onde poderão continuar a desempenhar o bom trabalho em favor da integração da comunidade cigana, com especial pertinênia para as mulheres e as crianças.

1 comentário em “Inauguração do Espaço AMUCIP, nova sede da Associação para o Desenvolvimento das Mulheres Ciganas em Portugal”

  1. Boa tarde!
    Trabalhando como professora numa escola EB 2,3 temos muitos problemas de integração com a comunidade cigana, sendo que a maior parte desses alunos, são meninas! Em Vila Nova de Famalicão,na comunidade cigana, não há uma hierarquia à qual possamos recorrer, o que dificulta enormemente o nosso trabalho! O que pretendia, era encontrar alguém que pudesse esclarer algumas dúvidas que temos quanto a lidar com a comunidade, especialmente as meninas. Será que podemos incentivá-las a estudar, a pensar em ter uma carreira sem que isso choque com tradiçoes? Temos muitas dúvidas e para trabalhar numa integração precisavamos que alguém nos ajudasse! Como disse anteriormente não encontramos um mediador, alguém com quem possamos falar. Por isso, se pudessem dar uma ajuda, mesmo que só por mail, às perguntas que temos, a melhor forma de integrar estas crianças, mantendo a sua entidade, agradecia!
    Este mail é pessoal e não representa a escola!
    Atenciosamente,
    Cristina Santos

Deixe um comentário