Cimeira de Verão na Dinamarca: a juventude organizada em torno de uma Europa feminista

Entre os dias 14 e 20 de agosto teve lugar, na Universidade Popular Krogerup Højskole, localizada no coração da cidade de Humlebæk, na Dinamarca, uma Cimeira de Verão organizada pela Nyt Europa, no âmbito do projeto “ YES – Jovens criadoras e criadores de uma Europa Democrática e Sustentável.”

Mais de três meses depois da advocacy tour em Lisboa, promovida pela Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, organização parceira do projeto YES, as e os jovens europeus reuniram-se novamente em torno de objetivos comuns: o fortalecimento da voz da juventude da UE e a construção de um futuro sustentável, igualitário e próspero para todas e todos. Foram sete dias de intenso debate, aprendizagens e fortificação de laços, visando a mobilização transfronteiriça da juventude, no sentido da promoção de uma cidadania e participação ativas na criação das políticas europeias.

Durante a semana, as e os participantes, provenientes de 16 países europeus, aprenderam sobre ativismo, compartilharam experiências e encontraram soluções para os desafios mais importantes do nosso tempo, trabalhando em profundidade um dos cinco tópicos que haviam selecionado no período da candidatura: Clima e Ambientalismo, Migração e Justiça, Tecnologia e Democracia, A Nova Economia e Polarização na Europa. Em representação, Diana Pinto, técnica de projetos na PpDM, que esteve presente na Cimeira nos dias 16, 17, 18 e 19 de agosto, foi oradora nos diversos cursos temáticos, sob o tema “The dual approach towards gender equality: a key factor in sustainability in Europe.”

A compreensão da discriminação com base no sexo como sendo estrutural e transversal em todos os setores da vida pública e privada e, portanto, a necessidade de uma intervenção no combate à sua eliminação em todas as áreas de política é absolutamente central para o avanço de qualquer projeto político e cívico que ambicione a construção de uma democracia paritária e de um futuro sustentável, à escala nacional e europeia.

Partindo desse esqueleto comum, as palestras administradas abordaram as duas estratégias essenciais para a efetivação da igualdade entre mulheres e homens, gender mainstreaming e medidas especiais temporárias, também denominadas de medidas de ação positiva, correlacionando-as com a temática abordada em cada curso, como o gender budgeting (a aplicação do mainstreaming de género na macroeconomia e nas finanças públicas), a violência sexual com base em imagens (a propósito do qual se apresentou o projeto Faz Delete da organização-membro Rede Jovens pela Igualdade), as consequências da beligerância e da guerra para as mulheres e as crianças, nomeadamente ao nível do tráfico de seres humanos para fins de exploração sexual, o sistema de prostituição, ecofeminismo e a histórica relação entre o movimento de mulheres e os movimentos climáticos de preservação da natureza e das comunidades (a propósito do qual se apresentou o projeto, agora em fase de arranque, Women4our Climate da organização-membro Business as Nature), entre muitas outras.

Com a participação de sete jovens portuguesas/es, algumas delas oriundas de organizações-membros da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, nomeadamente da organização Ser Mulher, a Cimeira de Verão terminou com a certeza de que o futuro que envisionámos juntas e juntos é possível e está ao nosso alcance.

Temos encontro marcado no verão de 2023, nos arredores de Barcelona! – mais informações nos próximos meses.

Acompanha a página do projeto YES para saberes mais.

Projeto promovido pela Nyt Europe (Dinamarca), com as parcerias da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres (Portugal), ECONOM (Espanha), Sindikat Mladi Plus (Eslovénia), Ligue des Droits de L’Homme (França), Organization Earth (Grécia), Friends of the Earth (Húngria), The EU – Umweltbüro (Áustria), European Environmental Bureau (Bélgica), Generation Climate Europe e Krogerup Højskol.

Projeto co-financiado pelo Programa Erasmus+ da União Europeia.

#Mudança #JuventudeUE

Deixe um comentário