Na sequência das notícias vindas a público sobre o acórdão de 11 de outubro de 2017 do Tribunal da Relação do Porto, a Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres partilha a sua tomada de posição “Violência contra as mulheres e violência doméstica e os estereótipos de género patentes nas condutas de profissionais do sistema judicial” disponível para descarregar aqui.