No dia 22 de novembro, teve lugar em Miranda do Corvo, nas instalações Fundação ADFP – Assistência Desenvolvimento e Formação Profissional – organização membro da PpDM envolvida no projeto – a primeira reunião do Comité de Acompanhamento do projeto Feminismos no centro | capacitação e mobilização para a igualdade entre mulheres e homens[1].

Um Comité de Acompanhamento que mereceu a maior atenção na sua constituição, procurando reunir pessoas que, pela sua experiência pessoal, profissional e académica – designadamente no domínio da avaliação de projetos, da formação, da igualdade entre mulheres e homens, da participação em processos que concorram para a definição de estratégias de educação para a cidadania e na representação e decisão política ao nível local –  venham a refletir no coletivo de avaliação, as dinâmicas e sinergias criadas, bem como a capacitação das pessoas e das suas organizações.

O Comité de Acompanhamento conta com a participação de Odete Isabel, mulher que marcou, individual e coletivamente, a história da representação política das mulheres no nosso país, ao ser eleita em 1976 como a primeira mulher Presidente de Câmara; de Isabel Romão, com uma larga experiência como Perita em igualdade de género, tanto no plano nacional como internacional, em áreas ligadas à educação/formação, à representação equilibrada de mulheres e homens na vida política e pública, na defesa da igualdade no trabalho e no emprego e na promoção efetiva dos direitos das mulheres; e de Luís Gonçalves, que tem participado em  projetos de intervenção na comunidade (nacionais e internacionais) e assumido responsabilidades como avaliador externo em programas de educação e formação.

Esta primeira reunião, em que participaram também as organizações membro da PpDM na zona Centro, envolvidas no projeto – Akto, APEM, Associação Mulher Séc. XXI, Coolabora, Graal e Fundação ADFP – foi um momento muito importante na vida do projeto pois permitiu identificar, face ao previsto no projeto, a dimensão das atividades realizadas e as que se preveem realizar no futuro.

Foi também um momento de perceção partilhada das responsabilidades que recaem sobre a equipa do feminismos no centro, das organizações membro envolvidas na sua execução e das pessoas que integram este Comité de Acompanhamento, ao nível dos resultados e dos impactos que se esperam na capacitação das pessoas e organizações, na aproximação e reconhecimento pelas Câmaras Municipais – com quem estabelecemos Protocolos de Cooperação – da necessidade e importância de envolver as organizações na implementação de políticas promotoras efetivas da Igualdade entre mulheres e homens ao nível local.

[1] Projeto cofinanciado no âmbito da Tipologia 3.16 – Apoio financeiro e técnico a organizações da sociedade civil sem fins lucrativos do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Social Europeu.