Sabia que, em Portugal, as mulheres ganham, em média, menos 18% do que os homens?

A escolha do dia 6 de março, para assinalar, pela primeira vez em Portugal, o Dia nacional da Igualdade Salarial, não foi arbitrária, antes marca o número de dias extra que as mulheres teriam que trabalhar num ano para atingirem o mesmo salário que os homens ganharam no ano anterior.

Efetivamente, para conseguirem ganhar o mesmo que os homens ganharam em 2012, as mulheres, em Portugal, teriam de trabalhar mais 65 dias, ou seja, até dia 6 de março de 2013. Já aos homens bastaria começar a trabalhar só nesse dia, para haver igualdade salarial em 2013.

Para assinalar este Dia e sensibilizar a opinião pública sobre a persistência desta diferença entre o que ganham as mulheres e o que ganham os homens, a CITE vai lançar uma campanha que será divulgada nos meios de transporte públicos coletivos, bem como em alguns posters de rua espalhados pela cidade de Lisboa, Almada e Porto.

Ainda no âmbito desta campanha, para sensibilizar os principais agentes do mercado de trabalho, a CITE irá oferecer na manhã do dia 6 de Março, aos CEO das maiores empresas portuguesas, às associações patronais dos principais sectores económicos e aos parceiros sociais, um presente simbólico e alusivo ao dia nacional da igualdade salarial. Fonte: Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE).

Para fazer download do material da campanha clique aqui e aqui.

6 de Março: Dia Internacional da Igualdade Salarial, Campanha CITE.

6 de Março: Dia Internacional da Igualdade Salarial, Campanha CITE.