Solidariedade contra a exploração das mulheres continua a ser o mote em 2018. “ONE BILLION RISING REVOLUTION 2018: “SOLIDARITY” RISE! RESIST! UNITE!”

O ano de 2018 marca, ainda, os 20 anos do V-day e dos Monólogos da Vagina enquanto ferramenta para empoderar as mulheres e consciencializar para a violência contra as mulheres e as raparigas. Por todo o mundo, as iniciativa multiplicam-se, e também em Portugal!

CooLabora apoia: One billion rising Universidade da Beira Interior – FCSH | 15 de fevereiro
A campanha internacional “One Billion Rising” desafia as pessoas do mundo inteiro a manifestarem-se pela eliminação da violência contra as mulheres e raparigas. Uma em cada três mulheres é violada ou agredida durante a sua vida. Dia 14 de fevereiro (data oficial da campanha), mil milhões de pessoas em todo o mundo vão levantar-se e dançar, mostrando a força da solidariedade coletiva.

A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Beira Interior (FCSH-UBI) junta-se, uma vez mais, à campanha global, desta vez com a atividade “Join FCSH-UBI and Break the Chain”, a realizar dia 15 de fevereiro, pelas 14h30, no hall da sua entrada principal. Esta ação da FCSH-UBI integra o leque de várias que decorrerão no âmbito do Plano Intermunicipal para a Igualdade para Belmonte, Covilhã e Fundão e que terão lugar nos três concelhos, de 14 a 18 de fevereiro.

Desafia-se estudantes, docentes e funcionárias/os a dançarem ao som de “Break the Chain”, música oficial da campanha, agitando os corpos e a consciência individual e coletiva! Junte-se a nós e até lá vá praticando a coreografia!

PpDM e AMCV: Encontro com Claire McFarlane – Footsteps To Inspire | 16 de fevereiro

Claire McFarlane começou a correr 16 quilómetros na praia em cada país do mundo (230 países) para apoiar sobreviventes de violência sexual, numa iniciativa denominada Footsteps To Inspire. 

Ela começou esta iniciativa como resposta ao seu trauma pessoal. Em 1999, ela foi violada e deixada às portas da morte nas ruas de Paris. O que se seguiu foi uma longa luta de 16 anos no sistema de justiça francês que só chegou ao fim em outubro de 2015. Ao partilhar a sua própria história de sobrevivência, Claire McFarlane tornou-se defensora de sobreviventes da violência sexual.

A iniciativa Footsteps To Inspire  é sobre diálogo pacífico e uma visão positiva de mudança para sobreviventes de violência sexual em todo o mundo.

A corrida nas praias de todo o mundo levará quatro anos a completar e Claire McFarlane desloca-se entre países todos os 7 – 10 dias. Em cada país, ela corre 16 quilómetros, sempre que possível descalça.

Enquanto parte desta iniciativa, Claire McFarlane reúne com as ONGs de mulheres e os serviços locais de apoio a sobreviventes de violência sexual para partilhar estórias e compreender quais as questões, complexidades, dificuldades e esperanças das sobreviventes em cada país. 

Até agora viajou por 33 países e falou com ONG, governos, forças de segurança e da justiça, e sobreviventes em cada país. A violência sexual é mais do que um problema das mulheres e Claire McFarlane fala com toda a comunidade.

Portugal vai ser o país 34. No dia 18 de fevereiro Claire McFarlane vai correr em Peniche – Baleal. Todas as pessoas estão convidadas a juntarem-se a ela. O evento no facebook tem toda a informação.

A Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres e a Associação de Mulheres Contra a Violência organizam um encontro com Claire McFarlane, em Lisboa, no dia 16 de fevereiro.

Vejam o TEDx talk da Claire McFarlane.

CooLabora: Caminhada urbana contra a violência